oi, tem alguém aí? feliz ano novo. :)

e pensando sobre ano novo, e resoluções, e objetivos de vida, fui fuçar a minha lista de resoluções do ano passado aqui no blog. pra quê? devo ter cumprido cerca de 12,76% dela, o que já previa desde o começo. FAIL.

por isso esse ano não vou pensar em pequenas metas. vou simplificar as coisas e ter poucos e grandes objetivos. do fim de 2009 pra cá muita coisa mudou, na minha vida e na de amigos, o que me leva a não querer nada além disso: me preocupar menos com besteiras e aproveitar mais a vida, que sim e não é clichê, é bem curta.

e com isso em mente, coloquei o otimismo no modo ON, criei uma mixtape cheia de boas vibrações e mandei pra dona daniarrais, que publicou no don’t touch my moleskine. ouve lá, que é segunda-feira e já é 2010.

finalmente assisti a “a última noite de boris grushenko”, e me deparei com uma definição de amor e sofrimento tão perfeita que só woody allen mesmo.

caixinha pra ipod em formato de kombi! socooorro.

pena que é da urban outfitters, longe e bem cara.

kombi

sabe as seções de missed connections de site como o craigslist?

a primeira vez que ouvi falar do craigslist foi justamente por causa do missed connections, e eu achei uma coisa tão maravilhosa e simples e por que ninguém faz um desses aqui? (depois até fizeram, mas nunca pegou).

se alguém não sabe, o craigslist é esse site de classificados feio, simples e gratuito, que é sensação nos estados unidos há anos, talvez justamente por isso (até li uma matéria enorme sobre porque ele é uma bagunça e porque mesmo assim dá certo, mas tô tergiversando). aí que uma das seções dele é a tal missed connections: conexões perdidas, oportunidades desperdiçadas, que é uma poesia por si só. é jogar uma garrafa no mar descrevendo aquela paixão passageira, aquele olhar matreiro ou paquera rápida, e esperar que alguém a encontre. eu até já falei dela aqui.

e aí que hoje eu vi o site mais lindo da semana. essa moça sophie seleciona mensagens e desenha, quem sabe pra ajudar as conexões a se encontrarem, quem sabe só pra imaginar quem são os personagens delas. <3

10.7._5

3.17.09

3.10.09

mais crianças, num post good-vibe de sexta-feira. ou, como disse @mateusmcb, “isso é oficialmente uma das coisas mais fofas que eu já vi na internet em todos os tempos”:

só uma coisa a dizer pra você, luella:


luella1

luella3

luella4

perfeição em forma de vestido. that’s what i call esse modelito que drew barrymore vestiu na pré-estreia do primeiro filme dirigido por ela. mesmo com esse cabelo de poodle molhado ela continuou linda. mas por via das dúvidas, te mostro ele numa modelo-cabide também.

58342468

mcqueen-resort-2010

o vestido é da coleção resort 2010 de alexander mcqueen, inspirada em escher. a coleção tá toda bonita, mas não entendi porque ele não explorou mais os detalhes desse vestido nas outras roupas. tem só uma meia-calça parecida, quando todas as roupas dessa e da próxima coleção, dele e de todos os estilistas do mundo, deviam ter esse nível de espetacularidade, né? desperdício de idéia.

falei desse vídeo no twitter, mas precisava deixar registrado para a posteridade.

crianças e marshmallows: elas podem comer um, ou esperar e comer dois. sofrimento estampado em carinhas fofas.

more about “Oh, The Temptation on Vimeo“, posted with vodpod

ps: brigada a cris pelo vídeo.

aula de como usar babadinhos e firulas sem parecer criança nem careta. nas duas fotos é a mesma menina, que ganhou post especial no copenhagen streetstyle.

sarao04

sarao02

tô querendo: jaqueta básica mas absurdamente linda. assim, ao mesmo tempo, sabe? tipo essa, by hedi slimane. olha a cara de prazer da modelo.

hedi

vi no glamour paraguaio.

ou como sloane peterson, de “curtindo a vida adoidado”, pode lhe ensinar a ser uma ótima namorada.

(vi esse texto aqui e achei maravilhoso. quem não precisa de um pouquinho de auto-ajuda, não é mesmo minha gente? as dicas não são tão fáceis, afinal sloane era too cool for school (literalmente), mas não deixam de ser ótimos conselhos. meninas, prestenção nas dicas e cliquem para ler na íntegra.)

sloane

1. se dê bem com os amigos dele. não importa o quão chatos, estranhos, torcedores fanáticos ou de mau gosto eles sejam.

2. coloque ele na coleira, mas só quando necessário. você é a namorada, não a mãe do ditocujo.

3. seja engraçada.

4. seja confiante (repita: “relax. you have him. he’s not going anywhere, and if he talks to other girls who the fuck cares? you are the one he wants to marry”).

5. seja eloquente. chega de falar “meu” e “tipo” a cada três palavras, né?

6. use bolsas/malas pequenas. quanto maior a bolsa, mais babaca a moça (nessa há controvérsias).

7. mantenha o ritmo dos meninos. em outras palavras, não seja um fardo.

8. arrase usando uma jaqueta de franjas.

*

se quiser levar mais a sério a idéia, achei no polyvore tudo que você precisa pra incorporar sloane.

sloane_polyvore

aquarium-drunkard-weird-summer

clique aqui e aperte play na mixtape “weird summer”: verão instantâneo!

também dá pra baixar, colocar no ipod ou naquele radinho maroto ao lado da piscina e acompanhado de um drinks. tô querendo!

olha que ultra-mega-fucking-melindrosa-blair-waldorf-fofice do dia, do mês e do ano essa lojinha que ainda tem o nome romântico: old soul, new heart.

querotudo. e querotudo pra hoje que amanhã tem uma festinha anos 30 e eu não sei o que usar.

oldsoul

oldsoul2

oldsoul3

cena apaixonante da versão cinematográfica de bye bye birdie, com ann-margret super novinha.

nunca vi o filme nem a peça, mas mad men me proporcionou esse momento lindo e eu gentilmente compartilho com vocês.

nunca consegui aquele sofá de pixels. quem sabe essa bolsinha?

pixelbag

cabide-head2

twitter

last.fm

flitis's Profile Page
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.