You are currently browsing the category archive for the ‘music’ category.

mais crianças, num post good-vibe de sexta-feira. ou, como disse @mateusmcb, “isso é oficialmente uma das coisas mais fofas que eu já vi na internet em todos os tempos”:

Anúncios

comecei a ouvir o disco novo de john frusciante, aquele que inventou solinhos de guitarra que são a cara do red hot chili peppers e compôs as mais belas cançãs pra trilha de brown bunny.

geralmente sou da opinião que virtuosismo em qualquer instrumento = punheta, mas ele consegue ser fo-da tocando guitarra e fazer isso ficar lindo. nada brega, só lindo.

ainda tô ouvindo o disco, mas essa música já entrou pro seleto rol de melhores-primeiras-músicas. oiça alto, no escuro e no repeat:

finalmente parei e fiz uma mixtape. esse é o volume 1, batizado de “canções fuderosas aleatórias”. bem prepotente assim. todos os estilos, de todas as épocas, babe.

depois farei uma versão deprê, mas vai ser difícil escolher só doze.

with love, from me, to you.

musiquinha do dia: mystery jets & laura marling – young love.

 

a letra (“you wrote your number on my hand and it came off in the rain” é muito fofo) me lembrou do menino que montou o site pra achar a menina que viu no metrô. :~

os filmes de wes anderson, além de serem lindos, terem o melhor figurino e cenário, cores que eu quero na minha sala, personagens que eu adoraria conhecer e histórias de fazer chorar, têm trilhas sonoras perfeitas.

não sei se todos os diretores se preocupam com essa parte. não falo da trilha incidental nem efeitos sonoros, mas das músicas que vão fazer parte da trilha sonora. a maioria deve contratar alguém dito competente para a tarefa, mas outros eu consigo imaginar ouvindo LPs empoeirados e escolhendo uma a uma as faixas que vão entrar. e geralmente, essas músicas não ficam em bg. elas acompanham todas as cenas, e em volume alto, um detalhe que eu adoro. acho que é o caso de sofia coppola, paul thomas anderson, gus van sant, quem mais?, e ele. (update: tarantino, claro! brigada, márcio!)

em rushmore, the kinks:

em royal tenenbaums (e em mais uns 54 filmes), elliott smith :~

em steve zissou, sigur rós, zombies (a cena mais linda, mas não tá no youtube) e david bowie por seu jorge:

e agora, em darjeeling, rolling stones do tempo que mick jagger era um pitéu e, especialmente, esse cidadão desconhecido de sotaque francês naturalmente charmoso:

vi esse vídeo faz um tempo, mas lembrei dele hoje. deu vontade de ouvir de novo.

é a música lindinha que um cara fez pra enfrentar a frustração de ter as rodas da bicicleta roubadas em frente de casa. a câmera do vizinho filmou o momento, aí com as imagens ele fez esse clipe.

genial. queria ter conseguido criar algo como “I can get new ties, but you’ll always be an asshole” quando roubaram meu golzinho.

e sobre beatles, ainda não sei o que pensar sobre esse filminho:

poster_across-the-universe.jpg

enumeremos:

– a história é baseada em músicas dos beatles: good.

– no filme há 33 canções dos beatles: bery good.

– é um musical: há controvérsias. fazer um bom musical é beeem difícil, mas pode ser que as músicas facilitem o processo. ou não. porque se não se transformarem num ótimo filme, não será apenas questão de constrangimento e vergonha alheia, mas sim de ICONOCLASTIA E SACRILÉGIO.

– quase todas são cantadas pelos atores: bad.

– os atores são jim sturgess (quem?) e evan rachel wood (namorada de marilyn manson): bad.

– as exceções são cantadas por bono vox (bad) e joe cocker (good): uma anula a outra.

– o cartaz é meio breguinha.

– o título é lindo, como não poderia deixar de ser, mas a escolha de “all you need is love” como tagline é no mínimo manjadíssima ao extremo.

– temo pelo título em português.

dadas as considerações, tenho medo. mas juro que vou assistir de coração aberto. porque foi assim que john lennon me ensinou.

o blog trabalho sujo comparou as bandas mais ouvidas no last.fm B.IR. (before in rainbows) e A.IR. (after in raibows).

antes:

lastfm-beatles-x-radiohead21.jpg

depois:

radiohead-vs-beatles-lastfm1.jpg

no mínimo interessante.

 

inrainbows.jpg

se, mesmo com dor no coração, você não tá em condições financeiras de pagar algumas libras pelo disco novo do radiohead que sai hoje, aqui tem várias opções pra baixar. coisa feia. mas o disco é lindo.

esse menino foi sorteado e ganhou o “direito” de comprar um dos 25.000 ingressos do único (acho) show que o led zeppelin vai fazer nessa nova reunião. sendo que o show é em londres, e ele precisava ir lá pra comprar o ingresso/assistir ao show.

o que eu faria (se caso a obsessão do meu irmão por led zeppelin não tivesse me levado a odiar a banda)? sentaria e choraria.

o que ele fez? postou no orkut que daria um ingresso a quem bancasse a viagem dele. e conseguiu.

djênio. só fica atrás do menino que trocou um clipe por uma casa. :)

(via livbrandão, que também postou essa maravilha digna de outro post.)

precisando colocar mais róque nessa vida, hein.

musictaste.png

não tenho como negar. meu coração é indie. :o
esse site mede seu OMI (open mind index) de acordo com as músicas que você ouviu nos últimos 12 meses no last.fm. tipo, se nesse tempo você ouviu menos que 20 tags/estilos de música, você é um bitoladinho. se ouviu mais que 150, é daqueles famosos “ecléticos”, ou como eles chamam, “freethinker”.

me surpreendi ao ver que escutei 110 tags nesse tempo, achei que eu não variasse tanto. mas também não sei se podem ser consideradas tags coisas como “trumpet”, “canadian”, “genius” e outros que apareceram lá no finalzinho, com apenas 0,21% da minha atenção.

calculem os seus, postem nos blogs e convidem mais gente. pronto, tá criado meu primeiro (espécime de) meme: cecília, cris e dani estão intimadas. sil fica de fora porque fernando anda ouvindo o last.fm dela e leal porque sempre maqueia o perfil. moleque.

update: sil tá dentro. não é o ivan lins de fernando que vai estragar a indiezice dela, né? ;)

de alguma maneira eu só descobri hoje que o show do chemical brothers tá confirmado. sete de novembro. nove dias depois do tim, três antes do planeta terra.

eu sei que eu vou. desde quando eu espero pra ficar pulando num show deles? 1995, 1996? perdi as contas. eu mereço. e algum poste na augusta deve tá vago pra gente arranjar uma graninha extra, né.

 adoro esse site:

* os 25 nomes de banda mais ridículos da história do rock.

* as 15 melhores músicas que são totally sobre masturbação.

* as 20 piores rimas na história da música pop.

provavelmente, o my bloody valentine vai se reunir para um show no coachella ano que vem. golpe baixo. golpe muito baixo. :|

 

(via bigmuff.)

cabide-head2

twitter

  • vim hoje pro rio e todo mundo que tava vindo pro rock in rio fazia questão de estampar isso com adereços tipo mochila de guitarrinhas 🙄 7 hours ago
  • rock in rio: é muita gente cafona se achando moderna nesse mundo 7 hours ago
  • @hiutwig mas tá super amiga! 17 hours ago
  • não só nenhuma atração do RIR pediu bebida alcoolica como tem festival de "rock" distribuindo kefir, a que ponto chegamos 18 hours ago
  • nesse momento eu poderia enfiar um rojão no cu da @Avianca 😡😡😡😡😡 18 hours ago

last.fm

flitis's Profile Page